Uma expedição internacional recolhe informação para a proteção da LME Corrente das Canárias

O Instituto Espanhol de Oceanografia (IEO) participa de uma expedição internacional para o Atlântico Centro-Este, a bordo do navio de investigação norueguês Fridtjof Nansen, com o objectivo de recolher informações para proteger a Grande Ecossistema Marinho da Corrente das Canárias e da formação investigadores de países envolvidos no estudo de suas comunidades

Desde 20 de outubro, a expedição cruza o litoral Africano noroeste, a partir da fronteira com a Serra Leoa para o Estreito de Gibraltar, e depois acabam em Las Palmas, é esperado em 21 de Dezembro

O objetivo do projeto é lutar contra a degradação do Grande Ecossistema Marinho da Corrente das Canárias Para fazer isso, os cientistas prospectarán recursos pelágicos demersais (que vivem perto do fundo) e (que vivem na coluna de água), bem como o estudo de comunidades bentônicas (fundo invertebrados dependentes) da prateleira e além inclinação superior, amostras de sedimentos, fito, zoo e ictioplâncton ser recolhidos, as variáveis ​​físicas da coluna de água foi medida, os estudos sobre a biologia será realizada -alvo espécies e mamíferos e aves marinhas são contados manchado explica IEO

A equipe irá participar nesta campanha multidisciplinar composto por cientistas de 10 países pertencentes ao IMR em Bergen (Noruega), órgãos da Guiné investigação marinha (CNSHB e CERESCOR), Guiné-Bissau (CIPA), Senegal (CRODT) , Gâmbia (FD MFWR), Mauritânia (IMROP), Marrocos (INRH), Cabo Verde (INDP) e Espanha (IEO e da Universidade de Vigo) também participam nele um observador da Comissão Baleeira Internacional a campanha será liderado por pesquisadores Jens Otto Krakstadt e Kathrine Michaelsen, do Instituto Norueguês, e será dividido em quatro fases, que será marcado por pontes nos portos de Dakar (Senegal), Nouadibou (Mauritânia), Las Palmas e Agadir (Marrocos), durante o qual eles vão realizando a entrega da equipe científica e equipe de filmagem

Esta é a segunda campanha que fez a Fridtjof Nansen em 2011 na área do noroeste da África, no âmbito do projecto regional "Protecção do Grande Ecossistema Marinho da Corrente das Canárias" (CCLME) O primeiro, no qual ele também participou o IEO, desenvolvido em torno das ilhas de Cabo Verde durante o mês de junho

3

Comentários - 0

Sem comentários

Adicionar um comentário

smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile smile smile smile smile
smile smile smile smile
Caracteres restantes: 3000
captcha